Past Events

YSTO! StarTalk - Você sempre está certo.

YSTO! StarTalk - Você sempre está certo.

 

É, você sempre está certo. Sempre, por mais errado que esteja, você ainda acredita que está certo.

 

Até quando o primeiro problema surge, a primeira queda surge.

 

A vida vem tentando lhe mostrar, tantas vezes, mas você insiste em fazer do mesmo modo.

 

Já viu que não deu certo, mas persiste no erro.

 

De fato, a persistência é sempre burra e a perseverança é sempre sábia.

 

O que quero dizer é que, quanto mais você se fecha em seu “mundinho”, mais irredutível se encontra, mais cheio de certezas incertas, você fica.

Você não enxerga outras visões de vida, é irredutível, é rígido em suas convicções que por tantas vezes o levaram ao sofrimento.

 

É quando você não é flexível.

 

Se conseguirmos adotar uma posição de flexibilidade, assim como a água, teremos um real ajuste sobre as dificuldades do momento, entendendo como algo transitório.

 

É como que no princípio das artes marciais. Se obtermos um movimento firme e flexível, conseguiremos atingir o estado de flow, ou estado de não resistência, conseguindo uma maior resiliência sobre a vida.

 

O que nos leva ao sofrimento é a ignorância sobre o nosso coração, através do ego fechado, sobre a falta de amor, sobre a não aplicabilidade das leis universais.

 

Uma pessoa que não vive sob a égide das leis divinas, vive em intensas dificuldades e sem norte, sem real direcionamento.

 

Uma pessoa que não sabe a razão de seu viver, quais são as suas missões, quais são os seus resgates, vive sempre perdida.

 

Antes de viver as suas missões, esteja atento aos problemas familiares e em sua comunidade, é lá que estão as principais questões à serem resolvidas.

 

Apenas depois do real convívio em harmonia com a sua família, é que você poderá captar o que realmente necessita realizar, como ser humano.

 

Limpe o seu coração do passado e de memórias discordantes.

 

Esteja consciente deste processo e deste desamarrar de situações, utilizando o perdão.

 

Infelizmente, as pessoas não tem a humildade e a sobriedade de reconhecer que estão erradas, de reconhecer que não sabem, de saber dizer que desconhecem sobre determinado assunto, de realmente ter a humildade em pedir ajuda, de saber fazer as perguntas certas e ouvir o que verdadeiros especialistas tem à dizer sobre determinado assunto.

 

Muitas pessoas não sabem, e dizem que sabem.

 

Muitas pessoas acham que estão certas, e por estarem "certas" criam guerras, conflitos de todas as ordens, pois não respeitam o que outras pessoas acham realmente estar correto.

 

É a chamada intolerância.

 

Há que realmente se ter uma distinção entre certo e errado.

 

O que está dentro das leis universais é correto. A conduta fora de tais leis, é errada. Simples assim.

 

A ética exige uma conduta correta de cada ser. A ética do cosmos, mais ainda.

 

No entanto, as pessoas sempre optam pelo errado, e portanto, assumem o risco de seus resultados. Quase que como na existência do dolo eventual, assume o resultado sem se importar com a sua real ocorrência.

 

Alguns princípios universais, como o direito à vida e como a dignidade da pessoa humana, sempre deverão ser respeitados. Mas e quem disse que na prática, existe este respeito?

 

A diversidade de valores é tão grande, que vivemos em um sistema caótico, movido pelo ardor da ignorância e da violência, da intolerância e da falta de coexistência.

 

Escreve Thomas Hobbes:
“Uma vez que a condição humana é a guerra de uns contra outros, cada qual governado por sua própria razão, e não havendo algo que o homem possa lançar mão para ajudá-lo a preservar a própria vida contra os inimigos, todos têm direito a tudo, inclusive ao corpo alheio. Assim, perdurando este direito de cada um sobre todas as coisas, ninguém poderá estar seguro (por mais forte e sábio que seja) de que viverá durante todo o tempo que normalmente a Natureza nos permite viver.”

 

Este pensamento de Hobbes, faz-me lembrar que quando o ser humano expressa apenas o seu lado animal, pensa em criar guerras e conflitos de todas as ordens.

 

É a falta de equilíbrio de seus corpos emocionais.

 

Algo que venho observando por anos, através de minhas experiências pessoais, pesquisas, e atento olhar sobre o lado humano de cada um, é que sempre as pessoas estão certas daquilo que acreditam, fielmente, mesmo estando erradas.

 

É tanta ignorância, hipocrisia, que quanto mais observo a falta de conhecimento e de sabedoria das pessoas, mais sinto compaixão por estarem vivendo imersos em ilusões.

 

Sinto-me pertencente ao mesmo mecanismo humano, em qualquer lugar que vá, em qualquer cidade que conheça. Sempre observo os mesmos paradigmas sendo vividos, afinal, somos apenas humanos, em diversas realidades.

 

As histórias são as mesmas, os padrões os mesmos, as vicissitudes as mesmas, os sonhos os mesmos. Em cada viagem internacional, reconheço os mesmos padrões vigentes, os mesmos mecanismos humanos, os mesmos mecanismos de ego, e cada vez mais apercebo que realmente somos Um.

 

Muitos querem realmente ser livres financeiramente, poucos querem pagar o preço de trabalhar horas e horas em seus projetos, terem paciência e visão de longo prazo. Poucos conseguem ter resiliência e perseverança. 

 

Muitos querem se casar com o amor verdadeiro, poucos conseguem se amar anteriormente, melhorando a si mesmo.

 

Muitos querem ter filhos, poucos foram grandes filhos.

 

Muitos querem ser famosos apenas por ser, poucos se dedicam para uma real mestria de seus talentos.

 

Muitos querem um trabalho mais digno, poucos criam o seu próprio trabalho.

 

Muitos querem a paz mundial, poucos se dedicam à alcançar em seu coração ou em seu lar.

 

Muitos querem a guerra, poucos erradicam a violência de seus corações.

 

Muitos querem leis mais justas, poucos vivenciam a ética no cotidiano.

 

Muitos querem viver sem problemas, poucos sabem que são os problemas que nos fazem mais fortes.

 

Muitos querem a zona de conforto, poucos sabem que é a zona de conforto que causa toda a estagnação.

 

Muitos querem mudança na política, poucos são a própria política em suas ações, em seu cotidiano.

 

Muitos querem apenas festas, poucos sabem o quão alto é o preço de uma vida sem estudo e trabalho.

 

Muitos querem a superficialidade, poucos sabem o preço de uma vida fútil sem objetivos.

 

Muitos querem o respeito, poucos se dão o respeito.

 

Muitos querem A Verdade, poucos A aceitam em sua totalidade.

 

Muitos querem mudar de vida, poucos mudam os seus hábitos.

 

Muitos querem uma cultura melhor, melhores livros e músicas, poucos criam novos conteúdos de alta qualidade e refinamento.

 

Muitos querem ostentação e fama, poucos sabem o quão alto é o valor da simplicidade e do refinamento interior, através do correto agir.

 

Muitos querem sucesso, poucos sabem o que é realmente ser bem sucedido ao vencer o seu ego, e encontrar a sua essência dentro de seu coração.

 

Muitos querem mais oportunidades, poucos as criam, através das adversidades.

 

É sempre o mesmo sistema, a mesma rotina, com nuances diferentes.

 

Sempre me pergunto: Como as pessoas podem acreditar que estão realmente certas, se recebem resultados negativos de suas ações negativas quase que diariamente? Pelo processo da lei da atração e vibração.

 

Não conseguem refletir? Será tão difícil pensar a razão do conflito e como encontrar uma solução plausível?

 

Diante dos acidentes da vida, não conseguem ao menos refletir a razão de estarem vivendo aqueles conflitos, e de procurarem a resolução correta dos mesmos, ou a sua antecipação.

 

Manter-se no erro é de extrema burrice. Não basta aprender com a experiência alheia, muitos querem continuar no erro, até repetir as mesmas lições que O Universo traz.

 

Hoje, tive uma conversa franca com determinada pessoa, sobre algumas situações da vida. Apenas observei a sua opinião. Perguntei o que ela achava sobre determinada situação.

 

Refleti. Compreendi. Não a julguei. Apenas a observei.

 

Esta pessoa disse estar "aprendendo" com que as pessoas falam pela televisão. Realmente acredita ser verdade, tudo o que vê pelo jornal, sem parar para refletir por si mesmo.

 

Mal sabe do real poder de manipulação que a mídia detém em suas mãos. Mal sabe sobre as inversões e sobre as criações de notícias direcionadas para manipular o pensamento da massa.

 

Tentei até falar alguns argumentos diferentes, mas quando vi que esta pessoa começou a ficar brava, apenas disse: “É você está certo.”

 

O que fazer em uma situação em que a pessoa é irredutível?

 

O que fazer com quem não quer adotar outro ponto de vista, ou ao menos questionar-se sobre?

 

Apenas concordar.

 

No entanto, a vida mostra duramente os erros.

 

Aqueles que não desejam se alinhar à mudança dos planos para esta transição na Terra, estarão cada vez mais para trás, cada vez mais perdidos, imersos nos meandros da escuridão da caverna.

 

Sinceramente, deixei de ter a pretensão de querer mudar pessoas, mas apenas mudar a mim mesmo. Deixei de querer ser responsável pelos problemas do mundo, mas de apenas procurar elevar a minha frequência e de auxiliar quem realmente deseja melhorar e progredir. É a maturidade que ganhamos ao observar que podemos concretizar um ideal maior, se estivermos alinhados aos princípios divinos. 

 

Ser responsável pelo meu treinamento, é como ser um grande asceta no grande treinamento chamado vida.

 

Ser responsável sobre meus atos e resultados.

 

Não delegar a responsabilidade para ninguém, apenas para mim.

 

Ser líder de si mesmo é assumir riscos, ao calculá-los.

 

Sem julgamento...

 

Como podemos emitir uma opinião baseada no senso comum? É de extrema ignorância deixarmos de refletir por nós mesmos.

 

Devemos buscar por respostas, a partir de nossa própria pesquisa, ao ler os livros corretos, e ao meditar no Cosmos.

 

Como desenvolver uma mente correta? Uma mente realmente virtuosa?

 

É possível estar o mais próximo possível do que é correto em vida. Ser correto é ainda respeitar e se abster do mal, fazer o bem, e desenvolver as verdadeiras virtudes humanas.

 

O mais próximo do estado de amor e de elevação interna.

 

Recentemente, passei à conseguir mapear as percepções humanas. É possível observar os padrões de expressão corporal, as expressões mais sutis do rosto, da tonalidade de voz.

 

É possível observar quando alguém mente para você, quando alguém está incerto do que fala. É possível observar quando alguém está distante, sem conexão, sem rapport. Infelizmente, quem mais se engana é a própria pessoa que engana a si mesma, ao tentar enganá-lo. É interessante pensar que eles podem te enganar.

 

Realmente, desejo ensinar mais pessoas a despertarem para todos os desafios da matrix, em como sair deste treinamento humano, para se tornar livre pelo cosmos.

 

O que venho observando é que as pessoas respondem aos mesmos padrões sociais, aos velhos padrões de sentimento e pensamento. Tais padrões geram condutas, quase que uniformes.

 

Como se fossem robôs criados pelos robôs ignorantes.

 

São como soldados da ignorância, que pouco sabem sobre sua verdadeira essência e, pior, desconhecem de seu real ser, ao criar guerras entre os povos.

 

Tais pessoas não conseguem realmente concretizar grandes ideais, pois estão adstritos ao que apenas enxergam com seus olhos humanos, sem realmente, ver com os olhos da alma.

 

Estas pessoas vivem imersas em seus "achismos".

"Ah eu acho que sim, Ah eu acho que não."

 

Sem real capacidade de elucidação e de questionamento, apenas se divertem diariamente, com o pão e circo.

 

Só pensam em futebol, sexo, festa, novela e cerveja.

 

Desenvolvem as suas próprias teorias, as suas próprias afirmações para dar respaldo aos diversos tipos de ações que mais criam problemas do que soluções.

 

Repassam “verdades” de pai para filho e criam mais problemas para novas gerações.

 

Tais pessoas pouco estudam sobre sua própria natureza divina. Esquecem que realmente são grandes seres, dotados de grandes capacidades espirituais e mentais.

 

Vivem em torpor, imersos em vícios dos mais variados tipos, imersos em pequenos prazeres, que mais prendem suas mentes do que as libertam.

 

Vivem dizendo ser realistas, em seus falsos realismos, em suas falsas ilusões criadas por suas mentes alquebradas, tão pessimistas, vivem reclamando, choramingando (to whine), sem mover sequer um dedo para mudar a situação.

Acreditam que nada tem solução.

 

Vivem sem meditar em seu coração, sem estudar, sem trabalhar corretamente, sem realmente criar algo inovador para a humanidade, sem chamar a responsabilidade para si mesmo.

 

Vivem, realmente, à deriva, esperando “líderes” mudarem o sistema, esquecendo-se que são eles os líderes que podem realmente contribuir para o avanço da humanidade.

 

Não decidem o que realmente precisa ser realizado. Não perguntam ao Universo, qual o melhor direcionamento para a sua vida. Quiçá, entendem a real comunicação com O Cosmos. Não meditam, não silenciam a sua mente para ouvir os direcionamentos divinos, apenas acham que a matéria é soberana e vivem como que em um grande puzzle, sempre faltando peças, sem fechar a big picture.

 

Como pode uma massa tão dormente, imersa em um inebriante sono alcoólico, intoxicada por suas drogas farmacêuticas, por seus alucinógenos, por seus vícios dos mais variados, continuar ainda tão certa de si, ao realmente achar que está tendo uma conduta aprovável.

 

É revoltante observar as pessoas acharem que estão certas daquilo que pensam, quando em verdade, possuem vários pensamentos discordantes e atitudes negativas.

 

Como é possível as pessoas acharem que estão certas, se quando a sua conduta egocêntrica diz exatamente o contrário.

 

Observo as pessoas criando problemas para si, aumentando o seu ego, inflando a sua identidade falida, ao invés de estarem em humildade sempre abertas à novas possibilidades e novas alternativas de vida.

 

São as pessoas que criaram o sistema falido. É a mesma história que se repete, all over again.

 

Como mudar o sistema, se não conseguimos mudar a consciência humana? If we can reset our human consciousness, we can discover a new way to create a new paradigm, through a high-performance education system!

 

Vejo tantas pessoas perdidas em seus questionamentos, desconectando-se do que realmente importa, conectando-se apenas com o virtual. Esquecem da vida lá fora, da natureza e o pior, esquecem da sua espiritualidade e da sua mente.

 

Desconhecem sobre seus verdadeiros caminhos em vida.

O que fazer quando uma pessoa discorda de você?

Simples. Apenas diga, é você está certo!

 

Observe, se vale à pena iniciar um debate sadio. Caso contrário, deixe esta pessoa com seus dilemas. Observe que hoje em dia, as pessoas não possuem a capacidade de realmente debater de maneira justa e respeitosa. Elas não sabem como realmente fazer o processo de dialética. 

 

Não perca seu tempo com haters, com pessoas que desconhecem sobre o respeito aos valores humanos, sobre a vida em sua essência. Não jogue pérolas aos porcos, literalmente!

 

Tenha compaixão com os que sofrem e com os que te atacam. Perdoe-os. Eles gostariam de ter a sua altivez, perhaps, e por um processo de ilusão, não acreditam em si.

 

A vida possui seu próprio ritmo, seu mecanismo de ensino, e por vezes, as pessoas aprendem mais pela dor do que pelo amor. Infelizmente.

 

O Universo se encarrega de mostrar, para os que não vivem em conformidade com as leis universais.

 

As leis são inexoráveis naquilo que se objetivam. Procuremos cuidar de nossa espiritualidade, de nossa mente, de nossas vidas, ao também criar mecanismos de altruísmo e ajudar quem quer ser ajudado!

 

Quer você acredite ou não, as leis universais sempre estarão atuando.

 

Quer você entenda ou não, O Universo sempre possuirá a sua própria linguagem: a linguagem do amor universal.

 

Quando descobri que deveria deixar de ter tantas certezas, mas passar à ter as perguntas corretas, passei a me aventurar e a sair da zona de conforto, criada por uma certeza incerta.

 

Certezas incertas são como verdadeiros vírus no sistema. Tenha atenção ao que as pessoas tão cheias de si dizem para você e sobre você.

Questione, averigue por si mesmo, experiencie, comprove por sua própria essência, sinta, consinta, e então, verá, que de certezas incertas as pessoas estão cheias.

 

Estas certezas incertas criam todos os sofrimentos em nosso sistema. É uma falsa informação que perpetua o poder para apenas alguns e esconde de você o seu real chamado para a sua real libertação.

Muitas religiões criam certezas incertas.

 

Muitos sistemas políticos também. Muito do sistema financeiro e do sistema estatal cria certezas incertas. Muito da filosofia cria certezas incertas. Muito do que você considera correto, é em verdade uma certeza incerta.

 

Como se tornar um verdadeiro ystologista, um verdadeiro pesquisador da vida, um life hacker em sua essência?

 

Como descobrir por si mesmo, por sua própria experimentação, o real objetivo da nossa existência: a evolução espiritual e mental do ser.

 

Como deixar de ser enganado?
Como se tornar a sua melhor versão.

 

Queremos mais viver os verdadeiros ensinamentos, pelos corretos questionamentos, que nos levam à determinadas comprovações, que nos levam à outros questionamentos, até chegar a uma única certeza: A Existência do Amor, no centro de nossa mente e em nosso coração.

 

É esta a única certeza certa. De resto, temos apenas certezas incertas.

Sempre saiba detectar as certezas incertas, das falsas informações de um sistema falido e controlador, incapaz de lhe proporcionar a real dimensionalidade da vida, em sua essência.

 

Detecte as falsidades das pessoas, as suas intenções ardilosas por detrás, sempre observe o seu campo energético, está ele escuro ou claro?

 

Observe a aura das pessoas, está tudo estampado lá, todas as suas ações, todas as suas falas, pensamentos e sentimentos.

 

Nada é possível esconder.

Mais uma vez, compreenda a humanidade de todos. Não é seu dever julgar. Apenas observe.

 

Seja o observador da realidade como ela é, sem julgamentos, ou pré-conceitos.

 

Quem está acordado, com os olhos para a verdadeira realidade, está observando, apenas observando.

 

A condição de observador é essencial para quem realmente experiencia a vida em seus mais nítidos detalhes, em sua sutileza.

 

Espero que ao se deparar com uma pessoa irredutível, você não perca seu tempo e apenas diga: É você está certo!

 

Compreende agora o mecanismo?

 

Não há tempo à perder com os irredutíveis.

 

A lei é dura para os irredutíveis e irreparáveis. Infelizmente, existem uma série de pessoas que são irreparáveis no sistema. É muito mais barato para o Estado educar as pessoas, desde a base, e oferecer trabalho, do que focar na punição. No entanto, falta cosmoética e humildade no ser humano, em especial, nos líderes.

 

Se você ainda procura saber o que os outros acham que você deve fazer, você oferece poder ao outro sobre a sua vida. No fim de tudo, quem define é você mesmo.

 

Quem faz acontecer é você. Se a batalha é sempre você com você mesmo, qual a preocupação com a opinião alheia, tanto para o bem quanto para o mal?

 

Sinceramente, elogios e críticas pouco importam, se o seu trabalho é por um ideal maior de vida, dentro das leis universais.

 

Meus amigos, não temos tempo à perder.

 

O voo para a Era de Ouro está chegando.

 

Devemos fazer o máximo para que tudo flua naturalmente, no amor e 
sabedoria.

 

Acredito em uma Era de plena Eterna Ventura.

 

Aqueles que tiverem olhos verão, que tiverem coração sentirão, que tiverem mente pensarão, sobre as corretas certezas e o correto questionamento.

 

Aquele que realmente entender, compreenderá a sua liderança.

 

Logo, aprenda, antes de criar uma situação de desarmonia, um conflito sem real necessidade, apenas diga: “Você está certo”.

 

Deixe a pessoa pensando, e saia de cena.

 

Deixe esta pessoa com sua própria ignorância.

 

É dever de cada um sair de sua própria condição de ignorância. Não nos cabe acordar todas as pessoas, aliás, se você quiser acordar aquele que não pode ser acordado, ele se voltará contra você.

 

A energia YSTO! está disponível para todos. Este arquétipo de liderança, está disponível para todos.

 

É importante saber escolher quais os arquétipos corretos para a experiência que deseja, em seu simulador holográfico chamado Terra.

 

Vivemos os arquétipos da existência. Você pode escolher ser um vencedor da vida ou alguém que apenas lamenta e reclama.

 

O conhecimento está aberto para todos, basta ir em busca, basta se movimentar.

 

Movement!

 

Paciência e compaixão com a ignorância em seu entorno. Humildade, pois quanto mais se eleva, mais silente e humilde será. Mais bondoso e firme em suas palavras e atitudes. É a humildade e gratidão, que nos faz mais belos e verdadeiros.

 

O arrogante sempre está certo, é irredutível. O humilde sempre é questionador, sempre é curioso por natureza, sempre é um grande ouvinte e pensador de sua realidade.

 

Quem é humilde sabe ouvir diversas opiniões e tirar delas diversos pontos de vista, que o fazem mais sábio e líder.

 

De qualquer sorte, você acreditando que pode fazer ou não, você está certo.

 

É você está certo! Você sempre está certo!

 

Não me cabe mudar ninguém, mas tão somente à mim, e quanto mais eu procuro mudar meu interior, mais eu busco criar entropia.

 

Etimologicamente, o termo entropia se originou a partir do grego entropêe, que significa “em mudança”.

 

De acordo com a Lei da Termodinâmica, quanto maior for a desordem de um sistema, maior será a sua entropia. Da mesma forma seria o sistema da entropia, ou seja, quanto maior o processo de alteração de um estado, maior será a sua desordem.

 

É preciso um pouco de caos, um pouco de desordem para criar um outro estado maior de consciência.

 

Aqueles que são muito certos de si, muito rígidos em seus saberes, em seus títulos, pouco conseguem se reinventar, pouco conseguem mudar.

É preciso se reinventar para criar o novo, para inovar.

 

É preciso de desconstruir como uma águia, para se tornar líder de si mesmo, e alçar voos maiores. É o mesmo que acontece com o ciclo de renovação da águia, na metade de sua vida.

 

Ela sobe alto nas montanhas e começa a arrancar as penas velhas. Ao se desconstruir, a águia consegue renovar a suas forças e gerar mais anos de vida, ao alcançar voos mais altos.

 

As pessoas podem te achar um pouco além do normal, como já escrevi em minha música. E é muito bom que elas achem isto, pois, é sinal que você está seguindo o sagrado espaço do coração e não está compactuando com esta ilusão e inversão de valores.

 

Se você é extremamente “encaixado” neste sistema falido, há algo de errado com a sua vida.

 

É preciso um pouco de desordem interior para gerar uma genialidade, para ser realmente um gênio, uma mente brilhante, em tempos sombrios.

 

Para quem deseja mudar algo no sistema, é preciso que saia do sistema e o veja de fora.

 

O que fazer quando devemos ser aquilo que somos e gerar energia interior a partir das corretas decisões de vida?

 

O que fazer para termos entropia e depois para termos uma combustão em nossa vida? Como gerar energia, calor, Energia Positiva dentro do coração, a partir de nossa prática ascética?

 

O primeiro passo é questionar as estruturas velhas e antigas desta sociedade já falida.

 

Questionar em estado de ahimsa, em estado de não-violência, em uniformidade com as leis divinas.

 

Quanto mais se mentaliza, imagina, mais força interior para agir, para materializar os novos ideais de vida.

 

Se alguém lhe disser que você está louco, que você pensa fora da caixa, que você deseja algo surreal ou irreal, apenas diga: Você está certo!

 

Em uma sociedade em que as pessoas se tornam reféns de medicamentos, de todos os tipos de drogas, sem o real desenvolvimento da consciência, dizer que é normal ser assim, é realmente um insulto.

 

Logo, ser “louco” em um mundo de “normais” parece ser mais interessante. 

 

O "louco" para os comuns, em verdade, é aquele que está plenamente consciente em extrema sanidade! 

 

Se alguém encaixado no sistema, diz que você é “fora da caixa”, por não concordar com as injustiças e com as inverdades que o sistema lhe fornece, parece ser um elogio, no final das contas.

 

Se alguém diz que o que você quer é apenas um “sonho” ou algo “surreal”, concorde, e acredite ainda mais em seu sonho, pois sonhar é viver e materializar é sonhar em dobro.

 

Viver a vida como em um sonho bom, faz sentido para mim.

 

Cuide do seu sonho, alimente-o com boas impressões mentais (sanskaras), e o principal, materialize, inspire novas pessoas à desfrutarem deste mesmo ideal, crie um grande time e faça acontecer.

 

É pelo estado de yoga, pelo estado de união, que poderemos realmente materializar algo maravilhoso na Terra.

 

Se alguém te disser que você vive em “um mundo da lua”, apenas diga: É você está certo.

 

Por qual razão? Por simplesmente, lembrar que tudo vem do mundo das aparências, tudo vem do mundo espiritual, e tudo é originado lá antes de materializar aqui.

 

Logo, apenas seja grato por todas estas percepções e sempre seja sorridente, cordial.

 

Cuide de você mesmo, seja seu melhor amigo, viva dentro das leis humanas e divinas.

 

Crie mecanismos de felicidade na simplicidade do cotidiano. Aceite-se com o pouco, viva feliz com aquilo que tem.

 

Desenvolva a mente para a eterna prosperidade e abundância, livre de falsos julgamentos.

 

A felicidade está na superação do que se tem realmente.

 

A verdadeira felicidade está no completo abandono do ego e na completa absorção no Amor, em sua Infinidade.

 

De resto, todos estes lapsos de felicidade são apenas momentos felizes.

 

Lembrem, o que acharem sobre você, é apenas a opinião dos outros, e nada realmente dizem respeito a sua essência.

 

Para finalizar, quando discordarem, seja cordial e apenas diga: “É você está certo.”

 

Demora muito tempo provar o inverso, demora muito tempo querer discutir com egos ambulantes, demora muito tempo querer provar aos outros a sua capacidade ou talento. Deixe que a vida se encarrega, pela lei da ação e reação, destas pessoas. A vida mostra pelo amor ou pela dor.

 

É tudo frequência. É tudo vibração.

 

É uma jóia rara se deparar com alguém com olhos brilhantes. Repare nos olhos sempre! Se brilharem, é porque há o divino sopro de vida, há essência, há plenitude, há vontade de fazer acontecer.

 

Perdoe as pessoas que te julgaram, que falaram mal por detrás de você. Perdoe as pessoas que te fizeram o mal. Elas julgaram a si mesmas, falaram mal de si mesmas, e fizeram mais o mal para si mesmas, tão somente.

 

Sempre somos os reflexos de nós mesmos, somos os espelhos de nossas imperfeições e virtudes.

 

Sempre estamos certos, até que novos fatos e novas percepções nos mostrem outros níveis de verdade.

 

Liberte-se da necessidade de provar algo para alguém, e por fim, apenas seja.

Seja livre! Seja sempre a sua melhor versão!


Seja YSTO!

De seu amigo de jornada,
Carlos Canteri

Ser

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Recent Posts
Please reload

  • LinkedIn - Círculo Branco
  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon
  • SoundCloud - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Spotify - Círculo Branco
  • Branca Ícone Pinterest

 

contato: + 55 (42) 4141.29.68    |   + 55 (42) 99949.58.87

©  2020  |   YSTO! Headquarters  |  Todos os direitos reservados |